Contatos: (11) 2609-7574 - E-mail: saopedroapostolo@santoamaro.org.br

Horários de Missas: Terça, Quinta e Sexta-feira às 20h | Sábado às 17h | Domingo às 8h, 9h30, 11h e 19h

End: Rua: Prof. Guilherme Belfort Sabino, 953 – Vila São Pedro - 04678-001 - São Paulo, SP

Notícias › 30/08/2018

Círio de Nazaré: juventude deve se inspirar em Maria, diz Dom Orani

De 31 de agosto a 2 de setembro, o Rio de Janeiro recebe uma das maiores manifestações religiosas em homenagem a Nossa Senhora: o Círio de Nazaré. Nos dias mencionados, será realizada a décima edição da visita da imagem da Virgem de Nazaré a paróquias, capelas, instituições e comunidades organizada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro.

O arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, foi o responsável por levar essa festa ao Rio. Por quatro anos, ele foi arcebispo de Belém do Pará, onde a festividade já é tradicional. Dom Orani explica que assim que chegou ao Rio, encontrou uma programação da equipe paraense para divulgá-lo em todas as capitais do país. “Assim que cheguei, era a vez do Rio de Janeiro. Foi algo tão importante a vinda da imagem peregrina para cá, que o povo paraense e os devotos do Rio pediram que a trouxéssemos todos os anos”, revela o religioso.

Desde então, sempre no segundo semestre, a imagem viaja até o Rio. “E neste ano, em especial, o tema será dedicado à juventude, ‘Uma jovem chamada Maria’, que vai inspirar o trabalho junto aos jovens”, lembra Dom Orani. “Maria deve ser este exemplo a todos eles, para que possam dizer o seu sim como ela também fez”, reitera.

No Pará, a celebração do Círio é organizada ao longo do ano e conta com uma equipe bem maior do que a do Rio. “Por aqui são apenas dois dias e em alguns locais. Mas tudo é feito com muito carinho e disponibilidade”, afirma.

A devoção a Nossa Senhora é forte no Brasil. Para o bispo, este amor mariano remete à chegada dos portugueses ao país. “Os brasileiros começaram a evocá-la com diversos títulos. No norte, em Belém, Nossa Senhora de Nazaré. E os paraenses, que migraram para o Rio, trouxeram esta devoção”, relembra Dom Orani.

A programação deste ano prevê alguns momentos especiais, como a ida da imagem até Nova Iguaçu. “Além disso, há os Círios menores que acontecem em alguns locais do Rio, como em Acari, local em que está a antiga Vila de Nazaré, onde há uma grande devoção a Nossa Senhora”, detalha o bispo.

A programação completa da 10ª edição do Círio de Nazaré está disponível no site da Arquidiocese do Rio de Janeiro: arqrio.org .

A história da imagem

A imagem de Nossa Senhora de Nazaré tem sua origem envolta no mistério do retorno: assim que foi encontrada às margens de um rio, a imagem foi levada até um pequeno altar. No entanto, sempre retornava ao local onde foi encontrada inicialmente, fato que despertou a curiosidade e devoção dos fiéis.

“Ali, acabou sendo construída a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré”, detalha Dom Orani. “No começo, toda a devoção era popular, mas depois a Igreja foi percebendo o clamor do povo, que organizou o Círio de Nazaré e que nos dias de hoje leva milhões de pessoas a participar”, finaliza.

Via Canção Nova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *